Câmara de Sales Oliveira aprova projeto de lei do executivo que reduz R$ 41 mil de despesas com funcionários


“Mais uma conquista da atual Administração!”, afirma Dr. Edmar. A extinção de cargos, reenquadramento de nível de outros, vai trazer economia na despesa para o município de aproximadamente R$ 41.307,13 no exercício de 2017.

A Câmara Municipal de Sales Oliveira em sessão extraordinária realizada na última quarta-feira (18), aprovou projeto de lei que dispõe sobre a organização da nova estrutura administrativa do Poder Executivo. O projeto aponta que a extinção, reenquadramento de nível de alguns cargos de comissão, como por exemplo, do nível XVI para o XI, e criação de novos cargos haverá uma economia na despesa com pessoal para o município de aproximadamente R$ 41.307,13 no exercício de 2017.

“Mais uma conquista da atual Administração! Estamos buscando maior economia, com a extinção de cargos de Diretoria que consome grande parte do orçamento e compromete o cofre municipal. A Administração criou cargos de comissão de Coordenadoria com o salário reenquadrado, para a redução de custos, visando também maior eficiência e melhoria dos serviços prestados”, afirma o prefeito, Dr. Edmar Duarte Gomiero.

Foram extintos sete Diretorias de nível XVI, com salários de R$ 3.925,15 entre outros cargos, para a criação de novos cargos, entre eles sete Coordenadorias com salário em média de R$ 2.696,92 uma redução de 31,29%.

“Também, o pequeno número de funcionários no quadro da Administração compromete a eficácia e qualidade dos serviços prestados a população”, completa Dr. Edmar.

Foram extintos os cargos de Diretor do Departamento de Cultura e Comunicação, nível XVI, salário de R$ 3.925,15, para a criação de Coordenador de Cultura, nível XI, salário de R$ 2.462,88; Assessor de Serviços de Educação e Ensino, nível XV, salário R$ 3.465,00, para a criação de Coordenador Administrativo da Educação, nível XIIIA, salário R$ 2.950,17; Diretor Jurídico, nível XVI, salário de R$ 3.925,15, para a criação de Coordenador do Departamento Jurídico, nível XV, salário de R$ 3.465,00, entre outros.

Foram criados os seguintes cargos: Coordenador do Meio Ambiente; Assessor de Imprensa; Coordenador da Cultura; Coordenador de Esportes; Chefe do Controle de Zoonoses e Vigilância Sanitária; Coordenador Administrativo da Educação; Coordenador de Mediação Escolar e Comunitário; Coordenador de Mediação Escolar; Assessor Assistente do Serviço de Educação e Ensino; Assistente Técnico em Educação e Coordenador do Departamento Jurídico.

Na área da educação, segundo a Administração, foi necessário realizar o reenquadramento dos funcionários, razão pela qual se fez necessário extinguir e criar novos cargos adequados as necessidade das unidades escolares.

A criação de cargos em comissão é de grande importância para a Administração pública, para que dentro do seu papel de prestadora de bens e serviço à população, possa prestar um serviço adequado, digno e eficiente à população. Logo mais, que em determinadas funções administrativa que exige um grau de confiança maior.

As necessidades da população estão cada vez mais complexas e ilimitadas, o que é um grande desafio para a Administração, principalmente nas áreas relacionadas à saúde e educação, que estão defasadas e precisam de uma atenção maior.  E a atual Administração se mostra empenhada em atender tais exigências, de forma ágil e eficiente.

O projeto de lei de autoria do Executivo foi votado e aprovado pela maioria da Câmara de Sales Oliveira. A matéria foi aprovada com cinco votos a favor, de Carlos André Gonçalves, Carlos Eduardo Joaquim (Du), Daniela Aparecida Duarte Gomiero, Gabriel Sinfrônio, José Mário Martins (Zé Martins).

Foram contra o projeto que trouxe redução de despesas para o município e votaram contra: Alan Felipe dos Santos, Anderson Gonçalves Manço (Dê Chapolim), Luiz Roberto Saia (Beto Saia). O vereador e presidente da Câmara, Alessandro de Sousa (Babinha) só participa de votação quando houver empate.

Anterior Departamento de Educação abre cadastro para o transporte gratuito
Próxima PREGÃO PRESENCIAL Nº 001/2017

Nenhum Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *